Buscar
  • Vagley Harry

Saiba como homologar seu sistema solar junto a concessionária


Devido à economia que proporciona, os sistemas solares têm se tornado cada vez mais populares. Especialmente após os aumentos dos valores da energia elétrica convencional. Certamente este não é o único benefício agregado a energia solar, mas é o que mais chama a atenção dos consumidores. Contudo, para instalar um sistema fotovoltaico, é preciso respeitar algumas normas. Fique por dentro das regras de homologação neste artigo.


Passo a passo para a homologar do seu sistema solar


De acordo com a resolução 482/2012 da Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel criada em 2012, para instalar um sistema solar em seu imóvel, é preciso passar por alguns processos. Isso porque os sistemas on-grid é ligado a rede da concessionária local para que, em casos onde a geração de energia solar não supra as necessidades do imóvel, a distribuição passa a ser da rede local. Em outras palavras, se você não produziu energia solar suficiente para seu consumo, a concessionária local te fornecerá a energia.

Para homologar o sistema fotovoltaico junto empresa de energia elétrica local, primeiramente é preciso fazer um projeto com uma empresa de instalação de energia solar. Nesse projeto terá as informações necessárias para a instalação, tais como estrutura do imóvel, quantidade de placas e capacidade energética do sistema, por exemplo. A partir dai, é hora de entrar em contato com a concessionária.


Regularizando o sistema solar:


  • Antes de instalar o sistema fotovoltaico on-grid, entre em contato com a distribuidora de energia elétrica local e solicite a conexão;

  • Envie seu projeto para análise da concessionária. A avaliação ocorrerá em aproximadamente de 15 dias (verificar o prazo junto á distribuidora);

  • Após a análise, há um prazo de 120 dias para instalar o sistema e solicitar de vistoria;

  • Um técnico especializado fará a vistoria e produzir um relatório para envio à distribuidora de energia;

  • Em nova vistoria, a concessionária fará a ligação do sistema. Caso haja necessidade de alguma alteração, a distribuidora irá entregar um relatório de pendências em até 5 dias. Se estiver tudo correto, será feita a troca do relógio medidor de energia elétrica para um medidor bidirecional.

Documentação:


  • Certificado de conformidade dos inversores ou número de registro da concessão do Inmetro;

  • Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) do Responsável Técnico pelo projeto elétrico e pela instalação do sistema solar;

  • Lista de consumidores que fazem parte do sistema de compensação;

  • Formulários de Solicitação de Acesso preenchidos para a micro e a minigeração distribuída, de acordo com a potência instalada. Os formulários estão disponíveis nos Anexos II, III e IV da seção 3.7 do Módulo 3 dos Procedimentos de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Elétrico Nacional (PRODIST), da Aneel.

  • Formulário padrão específico para cada caso, acompanhado dos documentos pertinentes.

Sem dúvida, a empresa que você contratou para fazer o projeto bem como a instalação do seu sistema fotovoltaico irá te orientar sobre todos estes procedimentos. O processo parece complicado, mas com uma empresa qualificada na frente de seu projeto, tudo ficará mais simples. Portanto, é imprescindível pesquisar para escolher a empresa que fará a instalação dos sistemas fotovoltaicos.


Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Entre em contato com nossa equipe!

Acompanhe sempre as postagens aqui no blog!


22 visualizações0 comentário